Laboratório de Oceanografia Química Biogeoquímica Marinha

As atividades humanas vêm modificando o equilíbrio químico do planeta, afetando o ciclo biogeoquímico de diversos elementos. O despejo de efluentes domésticos e industrias, o uso de fertilizantes, a queimas de combustíveis fósseis, por exemplo, têm aumentado a carga de nitrogênio (N), de fósforo (P) e de carbono(C) na interface continente-oceano, promovendo impactos como a eutrofização cultural e a acidificação das águas.

Atualmente, estes impactos afetam as zonas costeiras de todo o planeta, onde estão localizados os principais centros urbanos e onde os rios deságuam com elevadas cargas de fertilizantes e matéria orgânica. A falta de oxigênio das águas, a proliferação de algas tóxicas, a perda da biodiversidade são alguns exemplos dos danos gerados por nossa sociedade nos ecossistemas marinhos-costeiros.

O laboratório de Oceanografia Química – Biogeoquímica Marinha visa compreender como as atividades humanas estão alterando a química dos ecossistemas marinho-costeiro, buscando soluções para reverter este cenário.

Modelo conceitual do processo de eutrofização na Baía da Ilha de SC.